BLOG

MIGRAÇÃO PARA NUVEM: TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER


AFINAL, O QUE É A NUVEM?

Apesar de abstrato, o conceito de nuvem no universo da tecnologia é bastante simples de se compreender. Sem descer em minúcias, podemos dizer que a “nuvem” nada mais é que uma grande rede de servidores globalmente conectados. Embora a nuvem em si não seja algo físico, obviamente há, por trás dessa rede abstrata, equipamentos, bem próximos do que imaginamos quando pensamos em “supercomputadores”.

Vale lembrar a definição de nuvem dada pela gigante Microsoft, uma das empresas mundialmente reconhecidas por oferecer essa solução: A definição de nuvem pode parecer obscura, mas, basicamente, é um termo utilizado para descrever uma rede global de servidores, cada um com uma função única. A nuvem não é uma entidade física, mas uma vasta rede de servidores remotos ao redor do globo que são conectados e operam como um único ecossistema.”(https://azure.microsoft.com/pt-br/overview/what-is-the-cloud/)


E PARA QUE SERVE A NUVEM?

Essa rede de servidores serve para armazenar os seus dados. De uma maneira simplista, pense sobre a quantidade de informação que um computador tem de gravar e operar. Agora some isso a todos os sistemas e softwares que ele opera em conjunto com esses dados. Agora pense sobre todos os computadores da sua empresa. Conseguiu enxergar a quantidade?

A nuvem serve como um local seguro de armazenamento de todas essas informações. Mais do que armazena-las, a nuvem permite que você opere esses dados e os acesse de onde você estiver.

O conceito de cloud computing que abordamos aqui é a versão atualizada daquela antiga definição de rede, que as empresas faziam uso. Você se lembra de quando queria acessar um determinado documento, mas ele estava numa pasta na rede da sua empresa e, portanto, você não conseguia abri-lo de casa? Então, essa rede é o primórdio da nuvem da qual estamos falando aqui. Nesse exemplo, substitua a rede e o seu servidor local, instalado lá dentro do endereço físico da sua empresa, por uma rede imensa de servidores, localizados em diversos endereços no mundo e gerenciados, por exemplo, pela Microsoft.

Se a sua empresa estiver em nuvem, não só você conseguirá acessar e alterar esse documento da sua casa, do seu celular, ou do dispositivo que preferir, bem como se sentirá mais seguro com relação ao armazenamento de todas essas informações, não? Afinal, não lhe parece bem mais interessante deixar que esses gigantes da tecnologia cuidem da segurança dos dados da sua empresa do que mantê-los armazenados naquele quartinho pequeno, repleto com aqueles racks piscando noite e dia no seu endereço?

Enfim, é para isso que a nuvem serve. Permitir o armazenamento, gerenciamento e acesso seguro de dados, onde quer que você esteja.

 

AS VANTAGENS DA NUVEM

Bem, para que você possa compreender de uma vez por todas, vamos elencar aqui as principais vantagens da nuvem:

1) Acesso dos arquivos de qualquer local.

Parece simples, mas na verdade essa possibilidade aumenta a produtividade dos colaboradores de uma empresa. Pelo notebook, pelo celular, de casa, no carro... não importa. Mais que aumentar a produtividade, ter uma empresa na nuvem torna possível e simples, por exemplo, a implantação do home office.

2) Maior segurança no armazenamento de dados.

Uma vez que os dados da sua empresa serão armazenados por gigantes da tecnologia, você contará com backups e redundâncias proporcionalmente relevantes. Mais do que isso, você não vai mais precisar se preocupar com esses pormenores.

3) Eliminação de servidores locais

Eliminar o quartinho escuro e frio dos servidores físicos alocados na sua empresa acarreta em duas consequências relevantes: diminuição da despesa com tecnologia (investimento em servidores, redução na conta de energia elétrica, etc.) e diminuição dos riscos de falha.

 

EU QUERO A NUVEM. E AGORA?

Ao contrário do que possa parecer num primeiro momento, a migração para a nuvem não é algo acessível somente a grandes corporações. Agora, ter a sua empresa inteiramente na nuvem, podendo usufruir de todos os benefícios e facilidades que citamos acima é bastante simples. Quer dar o primeiro passo? Solicite o atendimento de um de nossos consultores!


Redatora da Tecnoporto.